Notícias

OPERAÇÃO DO ATERRO SANITÁRIO PREVISTO PARA 2017

28/09/2016

OConsórcio do Complexo Nascentes do Pantanal trabalha para iniciar a operação do Aterro Sanitário já no início de 2017. Segundo o Secretário Executivo do Consórcio, Dariu Antonio Carniel, as obras estão em andamento e espera-se que estejam totalmente concluídas até o mês de dezembro deste ano. O Próximo passo será requerer junto a SEMA a Licença de Operação do Aterro.

O grande benefício será a eliminação de todos os lixões a partir de 2017. Pois o Aterro Sanitário que está sendo implantado em Mirassol D’Oeste irá receber os resíduos de 13 municípios. O empreendimento de forma consorciada é único no Estado de Mato Grosso e pretende ser referência para as demais regiões do Estado.

O Projeto

No final de 2008 o Consórcio conseguiu junto à FUNASA recursos na ordem de 5,7 milhões para a implantação do Sistema Consorciado de Resíduos Sólidos. No início o projeto iria beneficiar apenas 5 municípios: Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Araputanga, Indiavaí e Curvelândia. Com readequação do projeto e realização do Plano Regional de Gereciamento Integrado de Resíduos Sólidos-PRGIRS, estendeu-se o projeto aos demais municípios consorciados.

Com os recursos captados junto à Funasa, Convênio nº 538/2008, e contrapartida dos municípios, está executado ou em execução em Mirassol D’Oeste o sistema de tratamento e destino final de resíduos composto de: Célula para destino de rejeitos, sistema de tratamento do chorume, pátio de compostagem, galpão de triagem de recicláveis com esteira elevada, galpão para autoclave que fará o tratamento dos resíduos dos serviços de saúde, galpão oficina/almoxarifado, escritório da administração, guarita com balança rodoviária entre outros instrumentos de monitoramento e controle;

Fazem parte do mesmo projeto a construção de central de triagem de recicláveis em São José dos Quatro Marcos, central de triagem de recicláveis e transbordo em Araputanga.

As Obras que tiveram início em 2012 estiveram paralisadas por 2 anos em razão de problemas com a construtora contratada. Com a rescisão contratual e a contratação de uma nova empresa, as obras estão em andamento com previsão para conclusão ao final deste ano.

Além das obras físicas já foram adquiridos com recursos do convênio vários equipamentos para operacionalização do aterro e veículos de coleta e transporte de resíduos.

A Logística de Transporte

Para o transporte dos resíduos dos municípios até o aterro sanitário, o PRGIRS apontou a construção de 4 unidades de transbordo: 1. Araputanga que irá atender também Reserva do Cabaçal e Indiavaí; 2. Lambari D’Oeste que irá atender Rio Branco e Salto do Céu; 3. Figueirópolis D’Oeste que atenderá também o Município de Jauru e 4. Porto Esperidião. Já os municípios de Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Curvelândia e Glória D’Oeste deverão levar o lixo diretamente até o Aterro. Apenas a central de transbordo de Araputanga conta com recursos do convênio. Sendo que o caminhão que fará o transporte dos transbordo para o aterro já foi adquirido com recursos do convênio.

A Coleta Seletiva

Para a manutenção e ampliação da vida útil do aterro é fundamental o funcionamento da Coleta Seletiva nos municípios. O PRGIRS prevê a segregação dos resíduos na origem, ou seja, em cada domicílio deverá ter dois recipientes de “lixo”: um para lixo seco (materiais recicláveis) e outro para lixo úmido ou orgânico. Já o município irá realizar a coleta dos recicláveis em separado em dias pré determinados. Destaca-se que o Consórcio já adquiriu com recursos do convênio, dois caminhões para a coleta seletiva.

O início da Coleta Seletiva nos municípios deverá ocorrer com o início da operacionalização do Aterro Sanitário, depois de uma ampla campanha de educação em saúde ambiental para a coleta seletiva, cuja ação já conta com convênio do Consórcio junto a Funasa na ordem de 1,5 milhões.

Com a Coleta Seletiva os municípios haverão de apoiar a criação de associações locais de catadores e formalizar uma cooperativa regional para comercialização dos produtos da reciclagem. Neste trabalho será dado prioridade para os catadores já existentes nos municípios.

O Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social, Ambiental e Turístico do Complexo Nascentes do Pantanal, foi fundado em 2007, esta sediado em São José dos Quatro Marcos e tem como consorciados os municípios de Araputanga, Curvelândia, Figueirópolis D’Oeste, Glória D’Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Salto do Céu e São José dos Quatro Marcos, e atualmente é presidido pela Prefeita Maria Manea da Cruz de Lambari D’Oeste.

Parceiros

Enquete

Carregando...

O que achou do novo visual?

Excelente

Bom

Ruim